Plano de viagem Toscana – 6 dias na Trilha do Chianti

A Toscana é uma vasta região no centro da Itália. Sua Capital, Florença, tem um aeroporto a 4km do centro da cidade, ligado por ônibus à principal estáção de trem. O aeroporto de Pisa fica 1 hora a oeste de Florença.

Toscana - viagem - lua de mel - tudopranoiva 1
foto: VivaToscana
Como Circular
Nas cidades ande a pé ou use o transporte público. Alugue um carro para ir à área rural.
 
Clima
Outubro ainda é quente, com média de 20ºC. Chove um pouco e há neblinas outonais.
 
Hospedagem
Muitas residências históricas da Toscana viraram charmosos hotéis.
La Cistema, um pálacio do século 18 em San Gimignano, dispõe de quartos de casal a partir de US$200; www.hotelcisterna.it
O Villa Vignamaggio, em Greve in Chianti, tem luxo campestre e quartos de casal a partir de US$280; www.vignamaggio.it
 
Alimentação 
Para gastronomia toscana em um cenário romântico, vá à Badia a Coltibuono, em Gaile in Chianti; pratos principais em torno de US$ 30; www.coltibuono.com
 
Despesa diária para duas pessoas
US$500 – 650, com hospedagem, alimentação, aluguel de carro e taxas de entrada.
 
Informações adicionais
www.turismo.toscana.it

A Toscana é uma região que abriga dois destaques urbanos da Itália – a Renascentista Florença e a gótica Siena, todas em tijolos -, além de várias aldeias lindas e cidades ocre com fortalezas e afrescos.

1º dia: Passe o dia em Florença a pé pelo centro. Admire a genial arquitetura da cúpula de Brunelleschi na catedral e sisite os joalheiros que ladeiam a Ponte Vecchio. 

 2º dia: Deixe Florença e vá para Greve in Chianti. Encha os olhos com os presuntos e salames da Macelleria Falorni na Piazza Matteotti. Visite as excelentes vinícolas e belas aldeias por perto, como Montefioralle, do século 14, e Panzano, que tem vistas bem amplas.

3º dia: Vá à Radda in Chianti e à antiga abadia em Badia a Coltibuono. Dirija rumo a Siena e passe a noite na inclinada Piazza del Campo.

4º dia: Em Siena, aprecie a arquitetura dos séculos 13 e 14, com destaque para o gracioso Palazzo Publico, o suntuoso Museo Civico e o majestoso Duomo. Visite o Museo Metropolitana, dotado de arte magnífica.

5º dia: Fique em Siena e contemple a vista da cidade do Museo dell’Opera, visite a Casa di Santa Caterina e veja mais pinturas na Pinacoteca Nazionale. Ou vá para os campos e visite as ruínas da abadia de San Galgano, em meio a uma mata densa.

6º dia: Na volta para Florença, reserve o dia para ver as torres de pedra medievais de San Gimignano e os afrescos na Collegiata e Sant’Agostino. Ou siga para o sul pela paisagem toscana que cerca as cidades vinícolas de Montalcino e Montepulciano, ou visite a cativante ciade etrusca de Cortona.

Dicas:

Informe-se em centros de apoio turístico sobre o horário de funcionamento de lojas, igrejas, museus e restaurantes.

Não entre de carro no centro de Florença, pois o trafégo nessa zona é bastante restrito.

Ande com um mapa detalhado da região, pois é fácil se perder nos campos de Chianti.

Ligue antes para os vinhedos e vinícolas para informar-se sobre os horários de visitas e degustações.

É bom viajar com tempo, pois as estradas sinuosas, almoços longos e paradas em vinhedos podem demandar o dobro do previsto.

Mais informações visite o site Passeio na toscana

2 ideia sobre “Plano de viagem Toscana – 6 dias na Trilha do Chianti

Deixe um comentário